Outbound Marketing: entenda o que é, suas estratégias e como usá-lo com o Inbound

Muitos profissionais da área defendem que o Outbound Marketing morreu, mas, ao contrário do que pensam, ele está mais forte do que nunca, especialmente quando sua estratégia é alinhada ao Inbound Marketing (marketing de atração). Juntos, eles podem ajudar muitas empresas a obterem grandes resultados e atraírem novos clientes.

O Outbound Marketing evoluiu e adaptou-se à era da centralização das estratégias no cliente e nas relações virtuais, deixando sua fama de interruptivo e generalista de lado. Acompanhe, no post de hoje, uma revisão tática que comprova que o Outbound não é, nem de longe, uma metodologia para ser deixada no museu. 

Entenda o Outbound Marketing

O Outbound Marketing concentra as principais ações que interrompem a atenção do cliente para fazer uma oferta, como aquelas realizadas no call center ou em propagandas na televisão e no rádio. Porém, em sua evolução, ele se beneficia da segmentação de potenciais clientes para construir conteúdos mais relevantes, que, apesar de serem interruptivos, são bem mais personalizados de acordo com o perfil do público.

O Outbound Marketing ajuda a reafirmar a autoridade da marca, principalmente quando a solução que a empresa oferece já foi trabalhada pelo Inbound Marketing e o público-alvo já está ciente de seus diferenciais. Ele vai funcionar, então, como o reforço definitivo; aquele que fará com que o cliente tome a decisão de compra.

Veja as diferenças entre o Outbound e o Inbound Marketing

O Inbound Marketing conduz à sensibilização de potenciais clientes de forma gradativa e, por isso, seu funil de vendas oferece um resultado mais apurado e com possibilidade de gerenciar a conversão.

Ele é montado considerando as personas do negócio e suas características. Ou seja, representações semi-fictícias dos clientes ideais em cada segmento ou objetivo comercial.

O Outbound tem uma abordagem mais incisiva, sem etapas anteriores que façam o potencial cliente descobrir seus problemas. Na atualidade, também segmenta seu foco, mas a ideia continua sendo atingir um volume muito maior do que nas estratégias de Inbound.

  Consumidor digital: quem é, o que busca e como se comporta?

Assim, os resultados do Inbound podem demorar mais, enquanto o Outbound é mais ágil nesse quesito. Em contrapartida, os investimentos no primeiro costumam ser menores. Já na segunda modalidade, quase sempre é preciso aplicar um pouco mais para obter resultados similares.

Qual a melhor estratégia, então? Usar os dois de forma alinhada, um complementando o outro.

Compreenda o seu funcionamento

Hoje em dia, o Outbound Marketing não atua somente nos canais tradicionais, como rádio, televisão e eventos, mas também nos links patrocinados, como nas propagandas no YouTube.

Cada empresa conduz seu processo de forma personalizada, mas é comum que suas etapas contemplem:

  • pesquisa;
  • prospecção;
  • nutrição de contato;
  • apresentação de proposta;
  • negociação; 
  • fechamento da venda.

Em vendas B2B, por exemplo, o Outbound Marketing tem resultados expressivos por ser mais condizente com o público e gerar status, considerando que seus investimentos são mais altos.

No Inbound, seu processo é mais demorado, pois inclui atrair os clientes e educá-los sobre suas necessidades e possíveis soluções em um período de relacionamento. Ou seja, depende do tempo que cada um deles levará para vivenciar seu processo de descoberta até a tomada de decisão.

Saiba as razões para usar o Outbound Marketing

Sua aplicabilidade e abrangência são bons motivos para manter essa estratégia no negócio, mas também é possível citar:

Obtenção mais rápida do ROI

O Retorno sobre o Investimento (ROI) em campanhas de marketing é muito importante e, em casos de novos produtos e mercados, o desempenho do Outbound é muito mais eficiente e rápido, se comparado ao Inbound.

Facilidade de mensuração

Ações de Outbound são mais diretas, assim como seus resultados. Logo, mensurar efeitos, como o de cold callings, é muito mais simples.

  5 erros de gestão de redes sociais que sua empresa deve evitar

Influência sobre múltiplos tomadores de decisão

Enquanto o Inbound Marketing é focado em experiências quase individuais, as ações de Outbound permitem influenciar diversos tomadores de decisão de uma mesma empresa.

Disponibilidade de especialistas na estratégia

Por sua tradicionalidade, muitos profissionais atuam nessas ferramentas e podem ser contratados para criar e gerenciar estratégias completas que contemplam todos os seus canais, como call center, eventos, scripts para cold callings, entre outros.

Se esses elementos e vantagens plantaram uma "sementinha" de dúvida para a hora de montar as estratégias do seu negócio, saiba que não existe melhor maneira de extrair bons resultados do Outbound Marketing do que alinhando-o às ações no mundo virtual.

Ou seja, é preciso coordenar as interações de Inbound e Outbound Marketing para que a comunicação com o público-alvo seja única, consistente e relevante o suficiente para gerar relacionamentos e bons negócios.

Quer dicas de como fazer essa união? Assine nossa newsletter e receba nossos conteúdos ricos diretamente no seu e-mail.

Deixe um comentário

Aprenda a anunciar no Instagram!

Anunciar no Instagram não precisa ser um bicho de sete cabeças. Com a estratégia correta para seu modelo de negócios, é possível ter um bom desempenho

Receba conteúdos antes de todo mundo

Para começar...