Inteligência de dados como estratégia de crescimento empresarial

inteligencia-de-dados-como-estratégia

Com a transformação digital cada vez mais presente no cotidiano, os dados têm se tornado um ativo valioso. Portanto, eles aquecem a economia global e permitindo que empresas direcionem seus investimentos em inteligência de dados como estratégia de crescimento.

A inteligência de dados é a capacidade de interpretar informações através da coleta de dados e análise utilizando softwares de automação e ferramentas inteligentes. Essa abordagem orienta as ações com base em dados comprovados, alavancando os negócios de forma eficaz.

No episódio #10 do nosso podcast, Play Growth, abordamos a temática de inteligência de dados como estratégia de crescimento empresarial. Compreendendo como os dados auxiliam na tomada de decisão, evitando decisões no escuro.

Neste artigo, vamos entender como a análise de informações pode facilitar a tomada de decisões e impulsionar o crescimento do negócio. Mesmo em um cenário com significativa falta de compreensão relacionada à tecnologia, investir em capacitação e adotar ferramentas como o Power BI pode fazer toda a diferença. 

Ao longo do podcast, Carlos Nishiyama, especialista em Business Intelligence e Diretor comercial na Thermas da Mata, compartilha insights sobre o potencial dos dados e como utilizá-los de forma eficaz, tornando-se um diferencial competitivo importante para as empresas no cenário atual.

Continue a leitura e descubra as principais dicas compartilhadas no Play Growth que podem ajudar na compreensão da inteligência de dados como estratégia de crescimento empresarial.

Se preferir, ouça nosso podcast.

Análise de dados como um processo consultivo

Na jornada para adotar a inteligência de dados como estratégia de crescimento, muitas empresas enfrentam desafios significativos. A análise de dados emerge como um processo consultivo, no qual a compreensão profunda das necessidades organizacionais se torna fundamental.

É comum encontrar cenários em que os dados estão disponíveis, mas não estão estruturados de maneira acessível e compreensível. Gestores frequentemente expressam frustrações com a dificuldade em obter insights claros e relevantes a partir desses dados. Por isso, é importante estabelecer uma abordagem consultiva, onde os profissionais da área se engajem diretamente com os stakeholders para compreender suas necessidades e desafios específicos.

Além disso, cabe ao profissional de dados buscar envolver os gestores de forma dinâmica e clara, garantindo que haja compreensão entre as partes. Ou seja, isso envolve adaptar a abordagem de análise de dados para o contexto específico do negócio, entendendo como os gestores desejam visualizar e utilizar essas informações.

Portanto, a análise de dados não é apenas um processo técnico, mas também um processo consultivo que requer compreensão, colaboração e adaptação contínuas. Ao abraçar essa abordagem consultiva, as empresas podem superar os desafios e aproveitar ao máximo o potencial dos dados para impulsionar o crescimento e a inovação da empresa.

Desenvolvendo o Storytelling na Análise de Dados

inteligencia-de-dados-como-estrategia

Na jornada rumo à inteligência de dados como estratégia de crescimento, é fundamental compreender que a simples análise de dados não é suficiente. É crucial desenvolver habilidades de storytelling para comunicar efetivamente os insights extraídos.

Contar uma história por trás dos dados, influencia decisões e promove ações concretas. No entanto, muitas vezes, os profissionais enfrentam o desafio de educar suas equipes e stakeholders sobre a importância da análise de dados e como interpretá-los corretamente.

Nesse sentido, desenvolver habilidades de storytelling é uma virada de chave para que os gestores se engajem e compreendam as informações apresentadas. Os profissionais de dados devem ser capazes de contar a história por trás dos números, explicando o contexto, os insights encontrados e as implicações para o negócio. Isso não apenas torna os dados mais acessíveis e compreensíveis, mas também ajuda a criar um senso de urgência e relevância em torno das ações sugeridas.

Um aspecto importante do storytelling na análise de dados é a criação de dashboards eficazes. Os dashboards são como janelas para os dados, permitindo que os usuários visualizem e interajam com as informações de forma intuitiva e eficiente. Ao projetar dashboards, deve-se considerar não apenas a apresentação visual dos dados, mas também a narrativa subjacente e como ela pode ser comunicada de forma clara e impactante.

Portanto, desenvolver o storytelling na análise de dados não se resume apenas a apresentar números e gráficos. É uma habilidade essencial que envolve educar, engajar e influenciar os stakeholders, guiando-os através da jornada dos dados e ajudando-os a tomar decisões informadas e orientadas por insights.

Power BI para resolver problemas de forma personalizada

Na jornada de adoção da inteligência de dados como estratégia de crescimento, surge a necessidade de abordagens personalizadas para resolver problemas específicos de cada empresa. A transição de métodos tradicionais, como o uso do Excel, para ferramentas mais avançadas, como o Power BI, representa um desafio significativo.

A resistência inicial e a falta de familiaridade com novas tecnologias muitas vezes dificultam essa transição. No entanto, ao adotar uma abordagem consultiva, os profissionais de dados podem demonstrar como essas ferramentas mais avançadas podem melhorar a eficiência e a precisão da análise de dados. Oferecendo insights valiosos para impulsionar o crescimento do negócio.

Um aspecto importante do BI é a capacidade de traduzir dados complexos em informações acionáveis e personalizadas. Por exemplo, ao analisar dados de marketing digital para um hotel, é possível identificar o custo de aquisição de clientes por meio de diferentes canais, como Google, Facebook e TripAdvisor. Com o uso de dashboards e storytelling, pode-se comunicar essas informações de forma clara e envolvente. Assim, destacando oportunidades de melhoria e novas estratégias para aumentar a eficácia das campanhas de marketing.

Além disso, o BI pode ser usado para resolver problemas específicos do negócio, como otimizar mix de produtos, identificar oportunidades de expansão geográfica ou melhorar a experiência do cliente. Ao analisar dados de vendas por região, produto e vendedor, é possível identificar padrões e tendências que ajudam a tomar decisões informadas sobre quais produtos promover, quais regiões focar e como motivar melhor os vendedores.

Indicadores-chave de desempenho (KPIs)

Para pequenas e médias empresas, é especialmente importante adotar uma abordagem personalizada ao implementar soluções de BI. Em vez de tentar resolver todos os problemas de uma só vez, é mais eficaz focar em alguns indicadores-chave de desempenho (KPIs) que são mais relevantes para os objetivos de negócios da empresa. Isso permite uma implementação mais rápida e uma adoção mais suave por parte da equipe. Além disso, se garante que os recursos de BI sejam direcionados para onde são mais necessários.

Democratizando a Inteligência de Dados

inteligencia-de-dados-como-estrategia

A democratização da inteligência de dados faz com que empresas de todos os tamanhos possam colher os benefícios da análise de dados. Especialistas em dados, auxiliados pela inteligência artificial, podem desempenhar um papel crucial ao ajudar pequenas empresas a dar os primeiros passos neste universo.

Além disso, a personalização das análises de dados também é crucial para garantir que as informações sejam relevantes e acionáveis para cada usuário. Isso pode envolver a segmentação de dados com base nas necessidades e interesses específicos de cada equipe ou departamento dentro da empresa.

Em suma, a democratização da inteligência de dados é um processo contínuo. Ele que requer uma combinação de tecnologia avançada, expertise em dados e uma abordagem centrada no usuário. Ou seja, ao tornar a análise de dados mais acessível e compreensível para todos os membros da organização, as empresas podem tomar decisões mais informadas e orientadas por dados. Dessa forma, capacitando-as a alcançar seus objetivos de negócios de forma mais eficaz.

Maximizando o potencial da inteligência de dados como estratégia de crescimento

Em resumo, é importante refletir sobre o papel fundamental que a inteligência de dados desempenha no crescimento e na inovação empresarial. Desde a análise consultiva até o desenvolvimento do storytelling e a personalização das soluções de BI, cada um desses aspectos contribui para uma compreensão mais profunda e eficaz do potencial dos dados.

A transformação digital está moldando o futuro dos negócios, e a inteligência de dados é o combustível que impulsiona essa jornada. Ao adotar uma abordagem consultiva e personalizada, as empresas podem enfrentar os desafios da era digital com confiança. Sendo assim, capacitando suas equipes a tomar decisões mais informadas e orientadas por dados.

Ouça agora o episódio #10 do podcast Play Growth. Aprofunde mais sobre as últimas tendências e potenciais da inteligência de dados como estratégia de crescimento empresarial. Descubra insights valiosos compartilhados por especialistas.

Prepare sua empresa para o sucesso no mundo digital em constante evolução. Adote uma abordagem centrada no usuário e um compromisso com a inovação contínua.

Disponível no Youtube e Spotify.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Posts relacionados