Aprenda como sua empresa pode aparecer nas primeiras posições do Google

Quer saber mais sobre esses fatores e como montar uma boa estratégia de SEO? Então aproveite o texto abaixo e a super aula que a Francine Nunes – a nossa Fran – sócia da agência, deu falando sobre quais são os principais pontos de atenção ao desenvolver uma boa estratégia de SEO para o seu cliente. Veja nosso vídeo e também acompanhe os próximos artigos da C3dweb que explicaremos de forma mais detalhada cada um deles para você dominar ainda mais o SEO! 

Sabe aqueles primeiros resultados que aparecem de forma orgânica quando você faz uma busca no Google – ou em outro buscador? Eles estão lá graças ao SEO (Search Engine Optimization). Você já deve ter ouvido esse termo em algum momento, mas talvez não entenda bem e não sabe porque ele é tão importante no mundo do marketing digital e o resultado que pode gerar para as empresas.

A resposta é simples: é o SEO que, quando bem desenvolvido e aplicado dentro de uma estratégia, pode fazer com que o seu site apareça logo nos primeiros resultados, de forma orgânica. Ou seja: sem ter gastos extras com anúncios de forma constante.

Ganhar espaço logo nos primeiros resultados é o sonho de todo mundo que tem um site. E o motivo por trás disso é que 90% dos usuários, ao realizarem um pesquisa no Google, clicam apenas nos resultados da primeira página. Por essa razão, o SEO ganhou tanto destaque na última década como uma das principais e mais imprescindíveis estratégias do marketing digital. 

Se você, a sua empresa ou seu cliente pretendem entrar no mundo do SEO, é importante ter em mente alguns pontos que não podem ser ignorados. Vamos à eles:

1- Entenda como os usuários fazem suas buscas

Na hora de pensar como o seu público ou persona realizam as buscas na internet para chegarem até você, podemos seguir três níveis de pesquisas que nós mesmos realizamos diariamente. São eles: 

  • Pesquisa ou busca Navegacional

Esse tipo de busca nada mais é do que quando o seu cliente já conhece a sua empresa pelo nome e quer achar o seu site ou redes sociais no Google. Ou seja, é uma pesquisa clara, que leva diretamente até você, sem permear por outros sites concorrentes.

  • Pesquisa ou Busca Informacional

Nessa modalidade, o seu cliente não conhece a sua empresa, mas está procurando por serviços que você presta. Ex: você possui uma loja de móveis para escritório, porém, precisa saber que o usuário pode chegar até você procurando apenas por “cadeiras ergonômicas”.

  • Pesquisa ou Busca Transacional

Aqui o usuário já realiza sua busca procurando por uma prestação de serviços, fechamento de contrato, entre outros. Exemplo de busca: onde comprar uma cadeira ergonômica. Estes níveis podem ser resumidos em marca, conteúdo e pesquisa:

  •  Marca – como eu quero que o usuário me encontre;
  • Conteúdo – quais conteúdos estão ligados ao negócio;
  • Pesquisa – o que meu cliente vende.

2- Entenda como o Google enxerga o seu site

O Google possui um mecanismo chamado Google Bot, que são robôs que rastreiam cada um dos links do seu site e lêem todos os conteúdos de cada página, separando-os em uma biblioteca.

Isso quer dizer que o Google olha o código do seu site e cada imagem e conteúdo ali disposto. O que faz com que você tenha que se atentar aos itens que compõem o seu site ou do seu cliente, pois o Google leva em conta cada um deles na hora de ranquear o site.

3- Domine os principais fatores de rankeamento do Google

Apesar do Google contar com mais de 200 fatores de avaliação para rankear os sites a partir do SEO, você precisa se atentar à 16 deles. 

Tudo isso? Sim, são muitos os algoritmos envolvidos nesta questão, por isso o trabalho a ser feito envolve muita expertise e análise estratégica!

Os fatores mais imprescindíveis para rankeamento são:

–  Tamanho de conteúdo           

– Tempo de carregamento

– SEO title (título do texto)

– URLs amigáveis

– Heading tag                                                        

– LSI (Latent Semantic Index): uso de palavras-chaves

– Tempo de permanência na página                        

– Otimização de imagens para SEO

 – Design responsivo

– Qualidade de conteúdo

–  Links internos

– Meta Description (descrição)

 – Backlinks  (links em outros sites)

– Link Building

– Autoridade

 – Localidade

Ufa! Calma que vai ficar tudo bem! 

A maioria desses fatores está relacionado à qualidade do conteúdo que você escreve para a sua estratégia. 

Se você for escrever, alguém da sua equipe ou agência, é preciso ter sempre em mente que a construção do texto deve transmitir, de forma clara, a mensagem que a empresa quer transmitir de informação, quais as dores que o produto ou serviço resolve. E sempre atrelá-lo às URLs, as Heading tags, títulos e semântica (vamos explicar mais sobre ela no vídeo abaixo). Deve haver a mesma coerência em todo o texto. Portanto, distribua as palavras-chaves levando em conta estes fatores de um jeito que não “suje” o seu site.

Exemplo: Quer trabalhar cadeiras ergonômicas? Então não repita esse termo sem critério algum pelo site e por todos os artigos. Escolha colocar no título, na URL e procurar sempre palavras que estejam relacionadas, como: cadeiras de escritório; cadeiras para home office. São termos semelhantes, envolvidos num mesmo contexto.

Outro ponto importante é sempre escolher links que levem para outros textos do blog ou páginas do site para enriquecer o seu SEO. É importante lembrar sempre de renomear as imagens que subirão para o site ao invés de manter os nomes originais.

Agora, se você quer saber como aprimorar mais ainda as suas técnicas de vendas e converter mais clientes, o nosso ebook exclusivo Funil de marketing na prática é perfeito para você. 

Baixe agora mesmo: https://materiais.c3dweb.com.br/ebook-funil-de-mkt

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Um ano de aprendizado e superação

Estamos perto de virar o ano que foi desafiador para todos, no mundo inteiro. Não apenas pela crise sanitária e econômica. Vivemos obstáculos em fazer

Open chat