Saiba como fazer o uso mais eficiente do marketing digital em seus negócios

O marketing digital já conquistou espaço no planejamento estratégico de empresas de diversos tamanhos e segmentos. A presença online da marca deixou de ser um diferencial e passou a ser um pré-requisito. As principais vantagens em relação ao marketing tradicional são a mensuração de resultados reais, a comunicação direta com o consumidor, o aumento no ROI (retorno sobre o investimento) e a possibilidade de conhecer melhor o perfil do seu público.

Quem está descobrindo esse cenário agora ainda tem muitas dúvidas sobre como atrair mais clientes por meio das ferramentas disponíveis. Se esse é o seu caso, confira as dicas que separamos para que a sua empresa seja encontrada pelo público correto:

  1. Planejar e medir: Antes de iniciar qualquer campanha ou estratégia é necessário adquirir ferramentas que meçam o impacto das suas ações. A empresa deve ter um direcionamento para utilizar o marketing digital, mas deve responder rapidamente por suas tentativas e erros. Como saber com qual público você está falando no meio digital? É realmente com quem você deveria falar? Confira se as ferramentas em que você investe estão trazendo retorno. Há mecanismos que exibem esses dados em tempo real. Quando o gestor pensar em investimentos, deve focar a longo prazo, porém, isso não significa manter uma ação furada por mais tempo. Se algo não gera resultados, a empresa deve mudar a estratégia imediatamente.


  1. Produza conteúdo relevante: Apesar de ser uma área relativamente nova no meio corporativo, o inbound marketing tem mostrado dados incontestáveis sobre os ótimos efeitos da produção de conteúdo de qualidade, focado em um público específico. Segundo o State of Inblound, 41% dos profissionais de marketing afirmam que os conteúdos geram retorno sobre o investimento. A ideia aqui não é produzir um blog para vendas. É sentir quais são as necessidades dos clientes e oferecer informações que sejam úteis a eles. “Ah, mas não vou ganhar nada com isso?”, pensa o empreendedor egoísta. É necessário ser um pouco visionário para prever o engajamento do público, a publicidade gratuita gerada por compartilhamentos e virais, a melhor percepção da marca e o relacionamento mais estreito com os clientes. A ideia é afunilar os visitantes dos canais da empresa, apresentando primeiramente informações interessantes, para depois mostrar soluções viáveis, incluindo as que você oferece. Ao trazer o cliente até o seu site e ao mostrar que tem domínio sobre o tema, você passa a ser visto como uma referência na área e garante o melhor posicionamento da imagem da empresa diante de outros stakeholders, como fornecedores, colaboradores e comunidade.


  1. Construa uma audiência: capte o maior número de contatos possível entre cadastros de e-mails, assinantes de blog, seguidores no Twitter, etc. Em pouco tempo, esses dados tornam-se um ativo de marketing importante para a sua empresa. Esses são seus leads, um público que visitou algum dos seus canais de comunicação e trocou os contatos por algum conteúdo irresistível, como um webinar, um e-book ou um teste gratuito.


  1. Invista em relacionamento: Não basta reunir contatos, é necessário criar uma relação de confiança com as pessoas que já demonstraram interesse pela marca. As mídias sociais podem ser um caminho para educar os leads e inspirar a credibilidade necessária para que eles fiquem prontos para uma compra. O E-mail Marketing também pode ser uma ferramenta eficiente para estreitar o relacionamento com o seu cliente futuro, desde que você envie apenas conteúdos que combinem com o perfil dele.


  1. Fidelize os clientes: O lead trabalhado, ou seja, esse público que você manteve próximo por meio de conteúdos relevantes, tem oito vezes mais chances de fechar uma compra do que o lead comum. Agora, que você já conseguiu a venda, não se esqueça de automatizar benefícios a esse público. Vale oferecer cupons de descontos e atualizar-se constantemente sobre as necessidades dos clientes, a fim de oferecer-lhes as melhores soluções, seja em conteúdo, serviços ou produtos.