O Facebook provocou grandes mudanças na maneira como navegamos pela internet. Em março de 2018, a rede social alcançou o marco de 2,1 bilhões de usuários em sua plataforma. Qualquer empresa, com a estratégia certa, pode usar esse potencial para se aproximar dos consumidores.

O engajamento no Facebook não gera resultados apenas na plataforma. Uma marca forte, capaz de dialogar com os consumidores e de imprimir a própria identidade em cada interação se consolida no mercado, gerando negócios e fidelizando consumidores.

Quer entender como potencializar o seu ganho com essa ferramenta de comunicação? Continue a leitura deste post!

O que podemos considerar como engajamento no Facebook? 

O engajamento em qualquer rede social vai além da contabilização de interações do público com a marca, o que também vale para o Facebook. Na verdade, ele se refere ao processo de construir uma experiência para o consumidor/usuário que, em resposta, comenta, dá likes, compartilha conteúdos, entre outros. 

É preciso, portanto, preparar o ambiente com a geração contínua de conteúdo de qualidade, alinhado com as perspectivas de seu público.

Como aumentar o engajamento no Facebook?

É preciso fortalecer a sua marca e conquistar a simpatia da audiência. A seguir, confira algumas dicas!

1. Faça perguntas aos seus seguidores

Uma das formas mais simples de instigar os seus usuários é fazer perguntas a eles, convidando-os a interagir com a sua página. Independentemente de seu negócio, há uma série de dúvidas frequentes e afirmações que podem ser trabalhadas nos posts. Alguns exemplos:

  • Qual cor você não dispensa nesta estação?
  • Qual tipo de cliente é você?
  • Se você fosse um super-herói, qual seria?
  • O que você mudaria em nosso software?

Teste tipos de linguagem e conteúdos, procurando entender quais atraem o seu público.  

2. Meça o engajamento

Cada rede social tem uma forma ideal para mensuração do engajamento, o que permite avaliar o ROI da campanha.

Essa mensuração depende do que você deseja alcançar com suas ações na plataforma. Ou seja, é necessário definir, primeiro, uma meta. A partir disso, recolha os seus resultados e registre-os. 

No caso de empresas fornecedoras de softwares, por exemplo, pode ser interessante verificar quantas pessoas adquirem uma amostra gratuita por meio da sua página. 

3. Entenda que as curtidas não são a única métrica da rede social

Comentários, compartilhamentos e reações carregam uma série de significados. O "curtir", a interação mais simples do Facebook, desperta as interpretações mais diversas, pois está ligado a indicadores de aprovação e empatia.

É difícil entender, por exemplo, se o usuário que curtiu o conteúdo o leu por completo, se o fez pela imagem ou só deseja marcar presença em sua página.

As curtidas já foram muito importantes para as empresas nos primórdios do Facebook. Hoje, com o número de recursos disponíveis na plataforma, já existem métricas mais relevantes para medir e compreender o desempenho da sua empresa na rede social. Algumas delas: 

  • alcance (número de usuários que viram as publicações);
  • taxa de rejeição;
  • leads gerados para o seu site;
  • pessoas falando sobre isso (disponível no Facebook Insights).

A escolha dessas métricas também depende do comportamento de compra do seu consumidor. 

4. Seja consistente

Publicar conteúdos com frequência faz com que você crie hábito entre os seus seguidores. Uma agenda de conteúdo pode ajudá-lo a organizar e planejar os seus posts com antecedência. Sem isso, você acaba perdendo tempo procurando o que postar e corre o risco de se afastar da sua estratégia.

5. Teste diferentes formatos 

Os vídeos ganharam maior evidência no Facebook. Hospedá-los na plataforma aumenta a visibilidade dos conteúdos, pois a empresa criada por Mark Zuckerberg ainda deseja competir com o YouTube e procura manter os usuários dentro do site. Quando você posta um conteúdo hospedado no YouTube, o Facebook o entende como mais um link para levar o usuário a sair da rede social.

Outros formatos também podem ser explorados: infográficos, fotos em 360 graus, gifs e listas são apenas algumas opções.

Lembre-se de responder às interações dos seus seguidores de maneira cativante e coerente com os valores da sua marca. Para incentivar o engajamento no Facebook é essencial que você encare cada oportunidade como uma maneira de agregar valor para o usuário.

Gostou das nossas dicas? Compartilhe este post nas redes sociais e marque os seus colegas de trabalho! Esse pode ser o início de uma estratégia bem-sucedida!