Não há regras, porque vemos líderes de grandes empresas carismáticos e outros mais sisudos.

Mas, há algo em comum em todos eles: capacidade de superar fracassos. De Henry Ford a Steve Jobs. Todos sofreram grandes fracassos. Persistiram e encontraram novos caminhos.

No Brasil vemos o fracasso como algo ruim. Em países em que o empreendedorismo é mais maduro, o fracasso é visto como parte da caminhada para o sucesso.

Se alguém já quebrou três vezes, nos EUA, as chances de conseguir um empréstimo para uma quarta tentativa são maiores do que quem esta tomando pela primeira vez.

Estranho? Pense melhor. Quem é mais preparado para acertar agora?

Bem, a lógico que só força de vontade não resolve tudo. Persistir em algo errado não é perseverança é burrice ou teimosia.

Persistir é ser uma teimosia inteligente.

Quanto vale uma grande ideia? Ter uma ideia fantástica e não coloca-la em prática… vale muito pouco. Temos que ser melhores executores. Há muitos sonhando, sonhando e não tentam nada.

Tentar, errar, tentar, corrigir, melhorar. Li estes dias que o dono da maior loja virtual de roupas e sapatos a Zappos (vendeu 1 bilhão dólares o ano passado), Tony Hsieh,  pegou sua ideia de vender sapatos online (ninguém imaginava que seria possível alguém comprar um tênis sem experimenta-lo ), foi aos donos de lojas de sapatos da sua cidade e perguntou, “Posso tirar fotos da sua vitrine, vender pelo minha loja na internet”. Qual foi a resposta?

Então. Ele passou a vivenciar o dia-a-dia da loja e seus problemas. Se ficasse anos pensando nunca teria nem começado porque alguém faria primeiro.

Nosso caso nacional é a Netshoes,  cujo dono Márcio Kum­ruian, um paulistano de 38 anos, que começou com uma loja física e depois se aventurou na web. Hoje vemos sucesso da Netshoes, mas houve muito esforço, trabalho e dedicação.

Vencer como empreendedor implica estar aberto a mudanças de planos e superação de barreiras. Mudar o rumo pode ser essencial ao navegar em meio a ondas gigantes no oceano dos negócios.

Creio que os próximos 10 anos são de grande importância para muitos que estão pensando em empreender. Há muitas oportunidades para quem não tem medo de cair, sacudir o pó e tentar de novo.

Alex Sandro de Oliveira, é diretor na C3dweb Agência Digital.